+55 11 3385-9339 sac@cnph.com.br EnglishPortuguês
Exercícios De Fisioterapia Respiratória

EXERCÍCIOS DE FISIOTERAPIA RESPIRATÓRIA, VEJA O QUE PRECISA SABER!

Poucas pessoas tem conhecimento sobre o que é a fisioterapia respiratória e o que ela trata, a menos que tenham experimentado ou ainda conheçam alguém que faça fisioterapia respiratória.

Para aqueles que não estão familiarizados com a fisioterapia respiratória, vamos começar com o próprio nome antes de prosseguirmos.

O termo refere-se à avaliação, exercícios e tratamento de pessoas que sofrem de distúrbios do sistema respiratório, previamente diagnosticados e, como tal, engloba os tipos de bronquite crônica, enfisema e fibrose cística, para citar apenas algumas das causas que afetam milhões de pessoas.

A fisioterapia respiratória pode atuar tanto na prevenção quanto no tratamento das pneumopatias, utilizando-se técnicas e procedimentos terapêuticos, sendo que esses tratamentos podem ser desenvolvidos em nível ambulatorial, hospitalar ou na terapia intensiva.

Com  o objetivo de estabelecer ou restabelecer um padrão respiratório funcional, no intuito de reduzir os gastos energéticos durante a respiração, capacitando o indivíduo a realizar as mais diferentes atividades de rotina sem causar  grandes transtornos e repercussões negativas em seu organismo.

Continue a leitura para entender mais e descobrir as técnicas utilizadas neste procedimento.

exercícios de fisioterapia respiratória

Quem normalmente precisa de exercícios de fisioterapia respiratória?

Há portadores de vários problemas de saúde – tanto de natureza transitória quanto com diagnóstico mais contínuo – que habitualmente se beneficiam dessa forma mais especializada e direcionada de fisioterapia.

Em todos os casos, os exercícios de fisioterapia respiratória vem para ajudar os pacientes que estão enfrentando dificuldades respiratórias ou distúrbios causados por ela.

Atualmente é indicado em praticamente todas as doenças respiratórias:

  • Fibrose cística
  • Pneumonia
  • Bronquite Crônica
  • Enfisema
  • Asma
  • Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC)
  • Tuberculose

O que faz um fisioterapeuta respiratório?

A função de um fisioterapeuta respiratório é um tanto extensa e variada, pois envolve desempenhar um papel ativo (ecrucial) em todos os estágios do tratamento, incluindo o aconselhamento, educação e apoio ao paciente.

Concentrando-se no caso de distúrbios respiratórios, por exemplo, o fisioterapeuta pode ajudar na remoção (ou mobilização)  ou secreções – no trato respiratório.

Também exercem a tarefa de melhorar a força física, a flexibilidade e a amplitude de movimento de um paciente sob seus cuidados, além de ajudar a melhorar sua resistência e saúde cardiovascular através dos exercícios.

Além disso, os fisioterapeutas respiratórios ajudam o paciente a encontrar maneiras de realizar tarefas diárias, instigar estratégias para enfrentar e auxiliar no manejo da dor, além de reduzir a incidência e a gravidade da falta de ar (melhorar a capacidade pulmonar e / ou eficiência respiratória).

Cabe também ao fisioterapeuta respiratório aconselhar e educar os pacientes sobre hábitos e práticas saudáveis ​​no dia a dia como respirar de forma independente

Tipicamente, o primeiro encontro com um fisioterapeuta respiratório começa com um exame (ou avaliação individual), já que o indivíduo que busca sua ajuda  geralmente foi encaminhado por um médico por ter recebido um diagnóstico médico relevante.

É nesse estágio inicial que eles se sentam e procuram elaborar um programa de fisioterapia para um paciente com base nessa avaliação / diagnóstico, enquanto também estão atentos ao seu prognóstico de longo prazo.

Como parte dessa avaliação original, o fisioterapeuta respiratório irá, em última análise, proporcionar-lhes uma classificação derivada de suas capacidades físicas, abordando a funcionalidade de movimentação chave e imaginando um meio de participarem plenamente no dia-a-dia.

A fisioterapia respiratória é importante em todas as fases de uma doença crônica ou doença diretamente associada a queixas respiratórias; começando do diagnóstico inicial e continuando pelas fases crônicas e agudas.

Se o prognóstico é ruim, a fisioterapia respiratória pode pelo menos proporcionar um alívio para os pacientes nos estágios terminais de uma determinada doença.

 

Exercícios de fisioterapia respiratória

Embora existam numerosos exercícios de fisioterapia respiratória, abaixo estão algumas técnicas de respiração (mundialmente experimentadas e testadas) que são utilizadas para aliviar os sintomas mais tradicionais das condições respiratórias.

O início do tratamento em muitos casos, é mais difícil para que os pacientes recuperem o fôlego, por estarem debilitados, o que, por sua vez, pode levar à ansiedade, aumentando a possibilidade de complicar ainda mais as coisas.

 

O que a fisioterapia respiratória pode auxiliar?

A fisioterapia respiratória traz vários tipos de benefícios a sua saúde como por exemplo: melhora da capacidade pulmonar e sua resistência, melhora da função respiratória dando mais desempenho em seu dia a dia principalmente para praticar exercícios físicos.

Entretanto, a fisioterapia respiratória  não se limita somente, a pacientes com distúrbios respiratórios, já que programas de reabilitação,  incluem treinamento para melhorar a resistência e a capacidade aeróbica. 

Quer ver mais artigos como este? Clique aqui e cadastre-se em nosso blog, fique por dentro de todas as novidades relacionados a área da saúde!

Gostou deste artigo? Compartilhe com seus amigos ou mande novas sugestões para a CNPH, pois ficaremos felizes em escrever novos conteúdos relacionados à área da saúde para você.

Siga-nos nas redes sociais.

 

CNPH

Presente no segmento médico-hospitalar desde 1994, a CNPH oferece a seus clientes produtos e serviços de alta performance, tecnologia, inovação e conceito, tendo como objetivo o auxílio de profissionais de diversas áreas da saúde, na escolha de produtos e equipamentos necessários para o atendimento do paciente com total segurança.

Deixe uma resposta

Buscar