CONHEÇA NOSSA "SOLUÇÃO TOTAL" QUE PROPORCIONA SEGURANÇA E CONFORTO NESSE PROCESSO.


O Projeto de Logística Reversa atrelado à Sustentabilidade teve sua origem na CNPH em 2013, momento que agregamos mais produtos ao nosso pacote de soluções com grande volume de geração de resíduos passíveis de reciclagem.


Com o lançamento do novo design e modelo verde de produtos da linha Gojo, identificamos a necessidade de nos prepararmos para oferecer uma prestação de serviço até então não desenvolvida, como a instalação e manutenção de dosadores, rastreabilidade e outros serviços, o que intensificou nossa preocupação com a sustentabilidade de todo nosso processo de fornecimento para as instituições de saúde.


Atender nossos clientes com qualidade, tecnologia e inovação agregada à sustentabilidade tornou-se nossa meta.












Uma simples ação que contribui com a saúde e bem-estar do planeta e de todos.


OBJETIVO

O objetivo do projeto é implantar a logística reversa, enfatizando a sustentabilidade e destinação final de resíduos oriundos do uso dos produtos fornecidos pela CNPH aos hospitais.


Disponibilizar à instituição hospitalar, condições e recursos adequados para a implantação de uma “solução total”, proporcionando segurança e conforto para as partes envolvidas no processo.

OPERAÇÃO

Na fase inicial, efetuamos uma visita de apresentação do projeto, identificação dos resíduos a serem recolhidos e definimos as linhas gerais da operação do projeto dentro da instituição, uma vez que o escopo é customizado de acordo com a viabilidade e necessidade de nosso cliente.


A segunda etapa é composta pela visita de diagnóstico ao hospital, para mapear o fluxo de geração de resíduos, definir o descarte e treinar e conscientizar os colaboradores envolvidos no processo, sobre a importância do descarte adequado. Em seguida, são disponibilizados contentores, que serão posicionados nos locais previamente identificados como importantes geradores de resíduos ou locais que permitam o andamento normal do fluxo de trabalho da área.


A continuidade do processo é composta pela coleta do material no hospital por profissional qualificado e veículo especializado, identificação visual através de etiquetagem, transporte para o reciclador especializado, segregação, pesagem e confecção de Relatório de Destinação Final. Cabe salientar que os resíduos classificados como contaminantes serão ou não coletados, seguindo o acordo entre a CNPH e a instituição e baseado nas normas vigentes no município de sua localização.








CICLO DE VIDA DO MATERIAL


Os materiais passíveis de reciclagem terão sua matéria prima, em sua maioria, transformada em produtos aptos para utilização, como por exemplo, sacos de lixo, os quais poderão retornar à Instituição.










RELATÓRIO TÉCNICO DE GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS

A instituição recebe mensalmente, ou conforme acordo, um Relatório Técnico de Gerenciamento de Resíduos, contendo as informações, enumeradas a seguir, as quais conferem segurança ao hospital, à CNPH e à Onira e ratificam a característica de logística reversa do projeto.



1. Resíduos - Descrição detalhada dos materiais coletados.

2. Coleta – Condições de acondicionamento – Portaria 326/06 do INMETRO e Resolução ANTT nº 420/04.

3. Transporte – Informações sobre a transportadora (Resolução ANTT nº 420 de 12.02.2014) e o veículo.

4. Destinação Final – Informação sobre o destino final e tratamento dos resíduos.


A operação do Projeto de Logística Reversa é realizada pela Onira, empresa especializada em soluções ambientais.